segunda-feira, 10 de março de 2014

O Fuleco.

- Ei, Fuleco, vamos chover um pouco no molhado, que, aliás, a nossa terra esta precisando tanto. Você que é o mais profundo dos sonhadores diga lá o que devemos esperar do nosso Brasil, esse país do futuro no futuro, após esse ano de copa do mundo e eleições...
- Quem, eu?
- É, você que acredita e vive dizendo que a esperança é a última que morre, que Deus é brasileiro, que Deus é Fiel, é nóis, entre outras coisas...
- Bem...
- Que é tão ingênuo que acredita que somos um povo feliz só porque os turistas europeus, usando da sua educação colonialista, esse truque de comunicação manjado, chamam de felicidade a nossa falta de seriedade, noção, preguiça, educação...
- Quero dizer...
- Diga que os seus compatriotas, no geral, são analfabetos e ignorantes porque os livros são muito caros, e, no entanto, as bibliotecas públicas vivem às moscas; que certos produtos secundários tem incentivo fiscal e material educacional não tem...
- Acredito...
- E esquece que a câmara federal em uma votação fechada, sigilosa, livrou um deputado federal da cassação do mandato, um sujeito já condenado pelo STF por formação de quadrilha e todo tipo de falcatrua; depois, em votação aberta, que deveria ser obrigatória para todas as votações, que é a única forma de evitar a troca de favores entre o poder executivo e o congresso (ouviu senhores manifestantes de rua?), voltou atrás e condenou o deputado à perda do mandato. E o que dizer do Supremo Tribunal Federal que não considerou, vergonhosamente, crime de Quadrilha a reunião criminosa composta pelos integrantes do Mensalão do PT, que desviou dinheiro público para enriquecer alguns e comprar a consciência de outros corruptos, comprovado pelos autos do processo que todos assistimos pela TV? Diga o que podemos esperar do congresso nacional e do STF que se parece com um Circo de domadores de bestas, mágicos de cartola, ilusionistas...
- Eu...
- É, você que não sabe que desenvolvimento e riqueza de uma nação, invariavelmente, são resultados da competência comprovada de planejadores, administradores, ministros e parlamentares. No entanto, apenas como exemplo, o ministro das minas e energia – crucial nesse mundo moderno - é o representante e ex-governador do estado mais atrasado da federação; onde o presidente do senado federal é o representante do estado mais pobre da união; que o presidente da câmara federal é de outro estado subdesenvolvido. O que indica que aqui, no Brasil, não se prioriza a competência administrativa, de gestão, dos destinos do país. Diga por que excelentes técnicos, intelectuais e cientistas disponíveis, interessados no serviço público, não são convidados... É a máfia da pitomba acabrestando essa massa de ignorantes mandando no Brasil...
- Cara...
- Caralho!, como você pode confiar que a desigualdade vai ser erradicada sem produzir novas riquezas, distribuindo dinheiro dos cofres públicos, sem contra partida, ao invés de garantir para quem quiser competir, e encarar a realidade da vida, igualdade de condições promovendo acesso à educação e saúde de qualidade para todos. Como essa bosta de governo federal pode construir verdadeiras Catedrais para jogos de futebol; financiar Porto em Cuba, etc. – apesar do meu respeito pela proposta inicial da revolução Cubana e o seu Povo; socorrer países africanos e sul americanos (na minha modesta opinião essa é uma incumbência dos colonialistas do passado: Inglaterra, Holanda, Bélgica, França, Espanha, Portugal...), se não temos saneamento básico em 50% (?) dos domicílios brasileiros, nem escolas com ensino de qualidade e hospitais de nível razoável; e que os noticiários dos jornais e da TV não param de anunciar, fraudes, corrupção, homicídios, assaltos, sequestros, violência de todo tipo, periferias abandonadas e a kracolândia se espalhando por todas as cidades brasileiras...
- Ouça.
- Ouça você: esse governo do PT esta posando de pobre em dia de pagamento...
- Veja...
- Vai, diga o que você imagina para o futuro do Brasil e dos brasileiros?
- Veja, pra dizer com toda sinceridade, eu acho que vai haver o triunfo do brasileiro incorruptível e corajoso nas ações e procedimentos dos nossos governantes, à partir das próximas eleições de 2014: presidente, governadores, prefeitos, ministros, senadores, deputados, funcionários públicos, empresários e do povo brasileiro. Será o fim dos mentirosos, bajuladores, aproveitadores, carreiristas, ladrões, e dos filhos da puta em geral...

- Eu não to falando procêis? O Fuleco não tem jeito...